Salto vertical no paraquedismo

Para todos os adeptos do desporto aventura, saltar de um avião em movimento representa uma das maiores loucuras a ser realizada ao longo de uma vida. Saiba em que consiste o salto vertical no paraquedismo e tenha a coragem necessária para o realizar, assim terá uma viagem cheia de adrenalina que o marcará para todo o sempre.

O que é o salto vertical no paraquedismo

No paraquedismo, um salto vertical é uma das manobras mais radicais e perigosas que podem ser realizadas. Para o fazer corretamente, o paraquedista deve ser muito experiente e ter muitas horas práticas de voo e de formação.
O salto vertical é quando o paraquedista se lança do avião e coloca o seu corpo na posição vertical, de cabeça para baixo. Quando se encontra em queda livre e de cabeça para baixo, o paraquedista é comparado a um foguete, dado que a velocidade da descida poderá ultrapassar os 220 km/h. Neste sentido, se não estiver bem preparado, este salto poderá ser catastrófico. Para que tal não aconteça, todos os principiantes da modalidade devem optar por começar por realizar um salto mais simples, de acordo com os conhecimentos que foram adquiridos e cursos efetuados. Por exemplo um salto tandem é uma hipótese excelente, uma vez que saltar com um instrutor possibilita uma maior segurança e domínio sobre as técnicas de salto.
Por outro lado, se é já uma pessoa com experiência, o salto vertical no paraquedismo, possibilita-lhe testar as suas capacidades, melhorar o seu desempenho e fazer com que seja um autêntico domador dos céus!

As vantagens do salto vertical

O salto vertical é de extrema importância para o desenvolvimento técnico e artístico das diversas modalidades que constituem o paraquedismo. Das principais vantagens, destacam-se as seguintes:

Controlo e estabilidade: O salto vertical permite melhorar a forma como controla o seu corpo no momento do salto e na própria descida. Com a prática e com muitas horas de treino, todos os paraquedistas aprendem a coordenar e a estabilizar todos os movimentos e isso permite-lhes uma maior flexibilidade e disciplina do seu corpo;

Velocidade de movimentos: Durante a descida, um paraquedista pode, através da mudança da posição do corpo, efetuar diversos movimentos em todos os sentidos e aumentar a velocidade vertical - esta é uma técnica muito utilizada no paraquedismo freestyle. Inicialmente, um paraquedista não sabe bem o que fazer e isso condiciona a sua prestação. No entanto, à medida que vai saltando, vai ganhando autonomia e confiança para corrigir os seus próprios erros e isso possibilita-lhe uma maior liberdade de movimentos e um paraquedismo mais eficaz;

Força e confiança: Com os saltos realizados, a força e a confiança de um paraquedista cresce substancialmente. O medo de errar transforma-se numa vontade de ir mais além e de superar todas as expectativas;

Reflexos ativos: O tempo em queda livre é muito reduzido e a forma de reagir a uma determinada contrariedade depende muito dos reflexos de um paraquedista. Com o salto vertical, existe a preocupação de realizar tudo rapidamente e bem e isso conduz ao desenvolvimento dos sentidos e ao aperfeiçoamento dos reflexos;

Melhor performance: A principal vantagem de um salto vertical é a melhoria da performance dos seus atletas. Independentemente da modalidade que um paraquedista realizar, um salto vertical permite melhorar a componente técnico-tática neste desporto sem limites.

Nacional: